Os melhores parques da Disney para crianças de até 3 anos

28/03/2019

Quais os melhores parques para crianças pequenas na Disney? Essa é uma das perguntas que MAIS me fizeram durante nossa viagem e também era uma dúvida minha. O que eu posso dizer a vocês é: Depende do que seu filho gosta! Mas vamos lá, vou fazer um resumão aqui para ajudar.

Nós fomos em 5 parques – nem todos da Disney exatamente, mas vou considerar como se fossem, ok? Para facilitar a compreensão. Sinceramente, em 10 dias, esse é o máximo de parques que dá para ir, mais do que isso é MUITO cansativo. Tanto para os adultos quanto para as crianças. Deixem os outros dias para passeios mais tranquilos, como Disney Springs, passeios em shoppings ou até mesmo curtir o hotel/casa que vocês estiverem hospedados.

Outra pergunta que sempre fazem: vale a pena levar crianças tão pequenas para a Disney? Já falei inclusive em outro post que paguei minha língua porque antes de ter filhos eu achava uma perda de tempo viajar para lá com crianças menores de 4 anos. Na minha cabeça elas não aproveitariam. Mas posso dizer COM TODA CERTEZA: a experiência que minha filha viveu, e que nós, pais, vivemos, foi indescritível. Até hoje, 5 meses após a viagem, ela lembra com detalhes de várias situações, parques, personagens, enfim.

Fora que ela ficou super INDEPENDENTE na viagem, se adaptou incrivelmente bem a situações de calor, fome, demora, sono, cansaço… E tinha apenas 2 anos e 5 meses! Digo a vocês que foi um divisor de águas, sem dúvidas.

 

1 – MAGIC KINGDOM

Esse até dispensa comentários, é o parque tem-que-ir. Afinal, quem não quer ver o Mickey e sua turma? Ok , dá para ver o Mickey em outros parques também, mas o castelo está lá, né? E a área infantil é maravilhosa! Vale muuuito a pena!

Lá conhecemos o Mickey, a Minnie, o Pateta, o Pluto, o Pato Donald e a Margarida, e foi sensacional. Os brinquedos do Dumbo, a montanha russa dos 7 anões, a parte do Fantasyland e Tomorrowland, tudo é muito legal! Impossível dizer um só!

Tem a questão da altura da criança? Tem sim, Letícia não pôde entrar em vários brinquedos, mas em muitos outros ela entrou e adorou. E vamos encarar os fatos: só de estar ali, passeando naquele mundo mágico, era motivo para ela abrir um sorrisão e dizer a mim e a Diego: “eu tô feliz!” Foi impagável! Eu até chorei.

Dica da Rê: não cheguem muito cedo no parque se pretendem ficar até o show dos fogos, pois se torna MUITO cansativo e as crianças não aguentam. Nós chegamos ao meio dia e na hora do show (20:00h) Letícia já estava super cansada e irritada, nem ficamos até o final.

Mais dica da Rê: Na época que fomos (final de Setembro) o calor estava insuportável, extremo mesmo! Então na hora da parada – que acontece às 15hs – tornou-se muito exaustiva, porque o sol estava castigando. Escolhemos um local que tinha uma sombra perto e deixamos as crianças, porque estava realmente sem condições de deixa-las sob o sol. Então se você for viajar nessa época, lembre de pegar um local que possa abrigar as crianças

Mais uma dica da Rê: o Magic Kingdom é um dos parques mais concorridos de Orlando, e por isso decidimos contratar os serviços da Mimo Trips, do querido Caio Giardini. A empresa faz roteiros personalizados para famílias e grupos, otimizando o tempo, marcando fastpass para todos os brinquedos que quisermos inclusive para conhecer o Mickey! O melhor de tudo é não enfrentar as filas (as crianças agradecem!). Clica aqui para saber mais!

Para crianças de todas as idades, meninas e meninos.

 

2 – ISLAND OF ADVENTURE

Como assim esse parque é para criança pequena? SIM! E aqui já adianto que esse é o meu parque FAVORITO, principalmente por conta da área do Harry Potter, que eu sou FÃ de carteirinha. Mas dessa vez descobri um parque novo, com muitas atrações para crianças, coisa que nem tinha visto antes.

Aliás, aqui quero deixar uma observação: mesmo quem já foi várias vezes para a Disney, pode ter certeza que indo com crianças será como se fosse a primeira vez. É uma experiência nova e incrível! Você vê o parque e as atrações com outros olhos.

A área do “The Cat in the Hat” é a mais colorida, fofa e divertida EVERRRR! Para vocês terem ideia, fomos 2x – uma logo que chegamos no parque e a segunda depois que rodamos o parque inteiro, bem no final. Dica da Rê: o passeio do trenzinho é bemmmm mais agradaável nesse horário, pois é menos quente e dá para ver as luzes do parque todas acesas, é incrível!

Tem váriosss brinquedos para criança pequena e Letícia foi em todos! Ela amouuu o da água, fomos 3x! hahah

 

One Fish, Two Fish, Red Fish, Blue Fish: simplesmente muitoooo legal! Fomos 3x! E nos molhamos em todas! 

A família toda pode ir nesse Carrossel e Letícia amouuuu! Fomos 3x também!

 

Na área do Jurassic Park também tem brinquedo que dá para criança pequena ir, mas no caso de Letícia ela não passou por conta da altura, pois ela é pequenininha. Mas uma criança mais alta ou uma de 3 anos entra tranquilamente. Isso não foi um empecilho para nós: aproveitamos que ela não podia entrar e paramos para brincar nas barraquinhas de tiro ao alvo, tomar um sorvete e nos refrescarmos enquanto a turma tinha ido no brinquedo. Tudo vira diversão, nem se preocupem!

 

Outra área bem legal é a do TOON LAGOON, com brinquedos e uma área muito colorida que as crianças adoram. Letícia amou brincar e dançar na água.

 

Depois de uma volta inteira no parque, já sem meias, molhada e MUITO FELIZ!

 

3 – EPCOT

Confesso que dentre todos os parques, eu estava menos animada para o Epcot. Fazia 18 anos que não ia lá, e sinceramente, só voltei por conta do brinquedo da Frozen que era lá e Letícia AMA a Frozen.

Masssss, me SURPREEENDI. O Epcot foi um dos parque MAIS LEGAIS que fomos, foi simplesmente demais.

Primeiro porque encontramos mais uma vez os personagens da Disney: Mickey, Minnie, Margarida, Pluto, além das princesas Ana e Elsa; depois porque o brinquedo da Frozen é o mais legal da vidaaaaaaaa! A gente senta num barquinho e vai navegando pelo reino de Frozen, conhecendo a história, enquanto os personagens vão aparecendo (O Olaf aparece muitas e muitas vezes, Letícia amouuu). E eu me arrepiei inteira quando a Elsa congelou o lugar inteiro e começou a cantar bem alto: “Let it go, Let it go“, é mágico! Sério, se seu filho(a) gosta da Frozen, não deixe de leva-lo lá, Letícia ficou en-can-ta-da. (E não esqueça de marcar o Fast Pass porque ele é concorridíssimo!)

Dica da Rê: como estávamos em um grupo grande, em alguns brinquedos não conseguimos agendar os fast pass para o mesmo horário, mas aí é só falar com jeitinho para o funcionário que controla essa parte, e ele libera a entrada junto com o grupo. Eu fiz isso 3x e eles me liberaram.

Lembre-se de agendar FAST PASS: as filas são gigantescas!

 

Para meninas:  nós levamos fantasias de princesa para as meninas tirarem fotos com a Elsa e a Ana (é só pegar a fila, que estava bem tranquila), e depois fomos com elas fantasiadas almoçar com as princesas, num almoço que pagamos à parte e eu vou falar dele mais abaixo.

 

ALMOÇO COM AS PRINCESAS NO RESTAURANTE AKERSHUS: Vale a ida se sua filha AMA as princesas da Disney, e faz MUITA questão de conhece-las (Branca de Neve, Cinderela, a Bela Adormecida e a Ariel). Mas vale somente pelas fotos com elas, pois elas vão até as mesas e depois fazem um desfile com as crianças as seguindo. A comida é fraquíssima.

Ms Rê, e Letícia não gostou? Ela e as amiguinhas amaram, se divertiram, mas eu tenho certeza que ela não teria sentido falta desse programa, pois já tinha se encantado com a Ana e a Elsa, que havia conhecido umas horinhas antes, naquela fila que falei para vocês acima.

Enfim, essa é uma opinião muito pessoal, mas achei válida dar aqui no blog.

Valor por adulto: $ 69 | Valor por criança: $ 35

 

Além dessa área da Frozen, o Epcot tem a área The Seas, que é bem direcionada para crianças pequenas e foi super legal também. Letícia ama animais e ela amou ver os peixinhos e ir no brinquedo do Nemo, que é um carrinho em forma de concha que vai “para o fundo do mar”e nele você vê todos os personagens do filme Nemo, muuuito legal!

 

Para os adultos e crianças maiores, a diversão fica por conta dos simuladores de carro (Test Track) e do Soarin, que é um simulador incrível, que vale MUITO a pena! Ele é antigo, mas foi repaginado em 2016 e passou a simular um voo de asa delta sobre alguns países do mundo, mostrando pontos turísticos super conhecidos como a Torre Eiffel ou as Pirâmides do Egito. O mais legal é que agora o simulador tem uma experiência sensorial também, você sente cheiro e ainda tem algumas partes que seus pés são molhados. é incrível, vale MUITO a pena!

SOARIN

 

Agora sabe o que foi muito legal no Epcot também? É que pegamos a época do festival Internacional de Gastronomia e vinhos, o famoso Food&Wine, que é um festival anual de culinária e acontece entre final de Setembro (ou Agosto, é bom consultar antes) e meados de Novembro e conta com diversas opções de comidas e bebidas de diversos países (nessa época, o parque conta com quiosques de vários outros países, inclusive o Brasil, que não tem áreas próprias no Epcot).

Nós passeamos com as crianças pelo parque parando nos quiosques, provando as comidas e bebidas, e foi sensacional. Os adultos amaram comer e beber e as crianças aproveitaram para descansar e apreciar outras guloseimas.

Dica da Rê: Quem for não deixe de provar o croissant com escargot no quiosque da França, é de comer de joelhos!

 

4- HOLLYWOOD STUDIOS

Esse parque entrou na nossa lista por conta da área nova do Toy Story que é um dos maiores sucessos em Orlando. E faz jus à fama. O ToyStoryLand é a coisa mais lindaaaaa, todo colorido, cheio de brinquedos novos e muitooo legais! Tentem marcar fast pass para qualquer brinquedo da área, e o que conseguirem já vale a pena. A montanha-russa do Slinky é a mais disputada de todos os parque e foi a ÚNICA que não conseguimos ir #arrasada #amo montanhas-russas. A fila estava em mais de 90 minutos e foi impossível marcar fast pass, ficou para a próxima.

Nessa área as crianças AMARAM conhecer o BuzzLightyear, a Jessy e o Woody, eles fazem o maior sucesso posando com todo mundo!

O brinquedo do Toy Story Mania, uma mistura de simulador 3D com tiro ao alvo é MUITO massa, é uma atração que já existia (mas eu não conhecia) e agora está dentro da área do Toy Story Land. Letícia gostou da brincadeira de usar óculos 3D, mas a verdade é que quem se divertiu mais fui eu e Diego, que disputamos quem acertava mais alvos hahahha Brinquedo para toda a família, vale a pena! Marcamos Fast Pass.

Outro programa IMPERDÍVEL para quem visita esse parque, e também um dos motivos pelos quais fomos é o show da Frozen no teatro. Ele é todo em inglês, e os apresentadores fazem piadas e interagem com a plateia o tempo todo, então para quem não entende a língua pode fica um pouco cansativo, mas o final compensa tudo. (SPOILER: vou contar o final, quem não quiser ler, pule essa parte tá? Hahaha No final, a Elsa aparece, canta aquela música linda e o show se encerra com NEVE no teatro! Sim, a neve cai do teto e enche de magia todo o espetáculo. As carinhas das crianças são a melhor parte. Sério, fiquei emocionada com Letícia dizendo: “mamãe, a Elsa fez nevar! Leligouuuuuuu” #chorei #fato)

Também marcamos Fast Pass, pois o melhor é sentar nas filas da frente do teatro para as crianças verem melhor os atores no palco.

Além do show, ainda dá para conhecer o personagem mais FOFO da vida, o Olaf. Letícia quase cai para trás quando o viu, ela simplesmente AMA o “Olavo”dela. Deu logo um beijinho no nariz de cenoura dele. Hahah Foi demais!

No mais, o Hollywood é um parque antigo, com aqueles brinquedos do Indiana Jones, que nem fomos, o Star Wars e a torre do terror (que eu fui, claro). Vale a pena pela brincadeira.

 

 

5- SEAWORLD E ANIMAL KINGDOM

Eu nem queria falar sobre o Seaworld especificamente, porque não gostaria de polêmicas aqui no meu espaço, mas como muitas mamães me pediram, aqui vai:

Letícia AMA animais e AMA o mar. Por isso optamos por leva-la ao SeaWorld para ver os animais que habitam no lugar que ela tanto adora. O parque possui inúmeras atrações com animais (e não estou falando nos shows), mas das áreas com recuperação de golfinhos, tartarugas-marinhas, leões-marinhos, etc. Letícia jamais veria um animal desse em seu habitat natural, então acreditamos que lá foi uma ótima oportunidade para ensinarmos a ela sobre respeito e carinho com todos esses animais. Ela também aproveitou o carrossel de peixinhos, amou ver os flamingos, as arraias e muito mais. E nós amamos as montanhas-russas – a Manta continua sendo uma das minhas favoritas do parque. É demais! Isso sem contar que é um parque que você faz tranquilamente em meio período, então é um dia mais de boa para as crianças. Nós tiramos a manhã para dormirmos até tarde e descansarmos um pouco e só fomos para o parque às 13hs.

Dica da Rê: caso você queira assistir ao show das baleias, dê uma olhada nos horários para não perder, pois elas só se apresentam 2x ao dia, uma de manhã e a outra no final da tarde.

 

Para quem quiser almoçar num local diferente, indico o restaurante Sharks Underwater Grill que tem um aquário gigante com tubarões, peixes e muito mais, que passam ao lado da nossa mesa. Letícia amouuuu, ficava cantando a música do “baby shark” que aprendeu na escola. E voltou dizendo que tinha conhecido o Daddy Shark e a Mommy shark. Uma fofura. A comida é bem gostosa e foge do tradicional combo “pizza-sanduiche-buffet” dos parques. Vale a pena.

 

Ah, e um área bem bacana que todo mundo curte é a dos Pinguins. Nós não fomos porque é MUITO FRIA. Aliás, é congelante. Como Letícia é super alérgica e junta muita secreção fácil, fiquei receosa dela adoecer com o choque térmico (sair do ambiente externo que estava extremamente quente para uma tamperatura muito baixa), então optamos por não ir.

 

Sobre o Animal Kingdom, tenho a dizer que nós queríamos muito ter ido, mas ficou para uma próxima vez. Porém, é um parque que divide opiniões: já escutei mamães dizerem que não tem muito futuro para crianças com menos de 3 anos, pois a única coisa que elas podem ver é o Safari. Não podem entrar em nenhum outro brinquedo. E também já ouvi mamães dizerem que vale muito a pena pois o parque é lindo e esse contato com os animais super válido. Para nós ficou para a próxima oportunidade.

 

6 – DISNEY SPRINGS:

Não é um parque, mas é um passeio IMPERDÍVEL! Trata-se de um complexo de lojas, restaurantes, atrações com música, brinquedos e muito mais. É gratuito e um passeio MUITO legal para as crianças. É lá que vocês irão encontrar a loja da LEGO e o famoso dinossauro de Lego no lago.

Mas especialmente indicarei um passeio para meninas: o Bibbidi Bobbidi Boutique. O famoso salão que transforma as crianças em princesas abriu por lá em 2016 (antes só tinha dentro do Castelo da Cinderela, no Magic Kingdom) e é um SUCESSO! Sério, tem um preço salgado, mas vale cada centavo. As meninas simplesmente AMARAM!

Você reserva com antecedência e por telefone (infelizmente não dá para reservar por site) e pode escolher entre vários pacotes: nós pegamos o mais simples, custou $ 69, e levamos as fantasias (não me preparei antes e acabei não encontrando a fantasia da Elsa ou Anna para Letícia, então comprei a da princesa Sofia por $10 no outlet no dia anterior. Ela amou mesmo assim! rsrs)

 

Esse foi o pacote que as meninas fizeram:

The Crown Package ($64.95+ taxas)

  • Penteado (são 3 opções de penteado para se escolher)
  • Maquiagem
  • Faixa de Princesa (tipo faixa de miss) e uma sacolinha/bolsinha
  • Manicure

Para reservar o salão, você tem que ligar para a Disney (clica nesse link aqui para saber como ser atendida em português) e solicitar a reserva. As reservas abrem 180 dias antes da data que você quer agendar.

 

Ufa, acho que é isso. Se restou alguma dúvida, porfavor deixem nos comentários que responderei com maior prazer! Beijos, Rê

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *