O laser que rejuvenesce a pele

23/05/2017

Oi gente!! Atendendo a inúmeros pedidos nas minhas redes sociais, hoje vamos falar do laser de radiofrequência queridinho do momento: Eletroderme. Desde que postei ele pela primeira vez, ano passado, em uma das minhas visitas à clínica da Dra. Taiz Campbell, meu direct do instagram se encheu de mensagens, e eu prometi que faria um post completo sobre ele aqui no blog.

Agora que já estou na minha terceira sessão e os resultados já são visíveis na minha pele, pedi pra minha top dermato queridíssima Dra. Taiz (@dra.taizcampbell) explicar um pouco mais sobre ele. Vamos lá?

Trata-se de um laser de radiofrequência microagulhada, indicado para o rejuvenescimento facial, melasma, flacidez de bochechas, mandíbula e pescoço, cicatrizes de acne, linhas de expressão, “bigode chinês”, pés-de-galinha junto aos olhos, fechamento dos poros, entre outros”.

A proposta desse laser é tornar a pele mais firme e lisa, estimulando a produção de colágeno e clareando manchas. A pele é espetada com microagulhas de ouro, que emitem na sua ponta a radiofrequência, criando colunas de efeito térmico na derme. Essa ação estimula a síntese de elastina, colágeno e regeneração celular. E ao mesmo tempo, prepara a pele para receber a aplicação de medicamentos por cima das micro perfurações, técnica conhecida como “drug delivery“, que leva os clareadores ou antioxidantes, direto na derme média, trazendo resultados ainda mais brilhantes!

Outra boa notícia é que o procedimento realizado com anestesia tópica fica praticamente indolor! O paciente sai com o rosto levemente avermelhado e alguns pontos de edema (por exemplo mas pálpebras). E a recuperação é muito rápida! No dia seguinte o paciente já volta ao trabalho!

Inclusive, nesse ponto eu posso super atestar: dói muito menos com a anestesia tópica. Eu – que sinto dor com qualquer coisinha – consigo suportar uma sessão quase toda sem reclamar. (Tá bem, eu reclamo, mas consigo fazer, e isso é o que importa hahah)

E sangra? Sangra um pouquinho, em determinados locais, mas nada comparado àquelas fotos terríveis que a gente encontra na internet com rostos inteiros cobertos de sangue. Nada daquilo. O rosto fica sim vermelho e um pouco inchadinho, mas sempre saio do consultório colocando compressa gelada e quando acordo no outro dia já está quase imperceptível.

“Já na primeira sessão os resultados começam a aparecer. Em casos mais complexos (como melasma, cicatrizes) indicamos 3-6 sessões com intervalo de 1 mês entre elas.”

Bom, estas são as informações principais do laser. Quero voltar logo a São Paulo para fazer minha próxima sessão, e podem deixar que vou compartilhando tudo com vocês! Qualquer dúvida podem deixar nos comentários pois pedirei a Dra Taiz para respondê-las.

Beijos, Rê

 

 

Dra Taiz Campbell (@dra.taizcampbell)

atendimento@taizcampbell.com.br

A Dra Taiz Campbell é minha dermatologista, em quem confio de olho fechado!! Ela atende em São Paulo, no bairro de Moema. Na Al dos Nhambiquaras 1770 cj 1109. Tels da clínica: (11)4115-9191 e (11)96719-9199 (whatsapp)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *