captura-de-tela-2016-10-06-as-22-35-04

Hoje vamos falar um pouco sobre prematuridade. Como vocês sabem, Letícia nasceu apressada, com 32 semanas, devido à minha trombofilia, que gerou a perda do meu líquido amniótico. Sendo assim, ela nasceu 8 semanas antes do previsto e por isso é considerado um bebê prematuro.

Os bebês prematuros tem uma idade cronológica – que é aquela contada a partir do momento que ela de fato nasceu. Ou seja, Letícia tem a idade de 5 meses e alguns dias. Mas esses bebês também possuem uma idade corrigida, que é aquela idade que eles deveriam ter, caso a gestação tivesse transcorrido normalmente, até o final. Como Letícia nasceu 8 semanas antes então, a idade corrigida dela é mais ou menos 3 meses e alguns dias. A diferença é praticamente 2 meses, entendem?

Sendo assim, o que se espera desses bebês é que tenham o desenvolvimento motor de um bebê que tenha  a mesma idade corrigida deles. Embolei tudo ou deu para entender? rsrs É complicadinho mesmo explicar rsrs O fato é que Letícia tem 5 meses, mas é como se tivesse 3, e por isso o que se espera do desenvolvimento dela é que aja como um bebê de 3 meses. Resumindo, é isso.

E eu falei tudo isso para conseguir falar para vocês o quão é importante o acompanhamento de fisioterapia em bebês prematuros – desde o hospital, Letícia sempre teve esse acompanhamento, assim como todos os outros bebês que também estavam lá.  A fisioterapia em bebês prematuros auxilia nas aquisições motoras e minimiza os fatores que possam interferir em seu desenvolvimento motor.

Em casa, a fisioterapia fica a cargo da dra. Laís Trindade, da clínica Rearbilit. Tia Laís costuma dizer que “a estimulação precoce em prematuros visa possibilitar o bebê a desenvolver-se em todo o seu potencial. Quanto mais imediata for a intervenção, menores as chances de haver atraso significativo e de adoção de posturas inadequadas pelo bebê.”

img_7532

img_8084

Fazemos exerícios durante 45 minutos 3x por semana, e Letícia adora. Os exercícios são todos de estimulação, simples e dinâmicos, para fortalecer seu tônus muscular e ela conseguir sustentar seu corpinho. “Os exercícios tem como finalidade adequar a criança à sua idade cronológica, sempre respeitando sua idade corrigida e sabendo que algum possível atraso vai diminuindo com o passar dos meses“. Hoje Letícia já sustenta o pescoço, quase  rola sozinha e está sendo estimulada para sentar sozinha.

img_7554

Laís também faz a parte de fisioterapia respiratória, e foi super importante quando Letícia ficou com secreção nasal por causa dos dentinhos. A fisioterapia respiratória se dá através de manobras feitas com as mães e o uso de aparelhinhos que ajudam a soltar o famoso “catarro”. Ajuda demais, gente, sério! Se tiver alguma mamãe aí com bebê com secreção, pode chamar tia Laís que ela resolve rsrsrs Ela atende em domicílio e também na clínica, junto com Letícia, também fisioterapeuta.

 

desenvlvimento

Olha só a progressão do desenvolvimento motor de uma criança até 1 ano: a fisioterapia ajuda os bebês prematuros a acompanhá-la. Fico feliz em saber que Letícia nem tem 6 meses ainda e está quase sentando, da mesma maneira que um bebê que nasceu a termo estaria fazendo. Essa é a importância da fisioterapia!

 

E assim espero ter esclarecido as dúvidas de algumas seguidoras do snap que às vezes me perguntam “por quê Letícia faz fisioterapia”, e também às mamães de bebês prematuros sobre a importância da estimulação precoce nesses bebês.

Beijos, Rê

CLÍNICA REARBILIT: Av. Edson Ramalho, Empresarial Tambaú, 100, sala 506, Manaíra, João Pessoa-PB

Fone: (83) 99988-6366 / 99966-7484